Abismo

abismo_p2
imagem: Cassiano Rodka

por Clarice Casado

Para meu pai, que, mesmo sem saber, me inspirou para este poema.

Para o mestre José Saramago, que me ensinou que a cegueira pode estar na mente.

Teus olhos nus,
antes tão livres,
agora são cegos,
céticos,
amargos,
perdidos,
amarrados,
prontos para assistir tua implosão:
não fantasiam mais
não imaginam mundos
não desenham delírios oníricos.
Apenas veem a vida como achas que ela deve ser:
real.
(Que lástima).

3 comentários sobre “Abismo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s