A ilha nada solitária da Selton

selton-p2_sm

por Cassiano Rodka

Imagine uma ilha paradisíaca onde as pessoas cantam nuas em meio a macacos que sambam ao som de bongôs eletrônicos tocados por elefantes enquanto lavadeiras curtem uma viagem de LSD. É assim que eu definiria o som da Selton.

Formada na Espanha por quatro amigos gaúchos, a banda Selton chega a seu quarto álbum com uma voz própria e um repertório sólido de canções que mesclam indie rock, pop e MPB.

Tudo começou quando os músicos Daniel Plentz, Eduardo Dechtiar, Ramiro Levy e Ricardo Fischmann se encontraram na cidade de Barcelona e decidiram montar uma banda. Criando residência no Parc Güell, o grupo passou a fazer performances acústicas de clássicos dos Beatles. Foi o suficiente para chamar a atenção do produtor musical da MTV Itália, Gaetano Cappa, que convidou os guris para gravarem o seu primeiro disco em Milão em 2008. Intitulado “Banana à Milanesa”, o álbum apresentava uma seleção de covers de músicas italianas e duas composições da banda.

Dois anos depois, veio o primeiro disco de composicões próprias, chamado simplesmente de “Selton”. Construindo sua base no amor por Beatles, Mutantes e Beach Boys, o grupo deu vida a canções que exploravam o seu forte senso melódico, tanto nos arranjos vocais quanto na instrumentação. A sonoridade criava uma conexão entre o rock psicodélico dos anos 60 e o indie pop contemporâneo, o que fica claro nas faixas “She’s Gone (ou, na versão em italiano, “Non Lo So”)” e “Anima Leggera”.

Em 2012, foi a vez de lançarem “Saudade”, apontando o foco mais diretamente para o público brasileiro e encontrando um equilíbrio perfeito entre a MPB e o indie rock. Mesclando melodias acústicas com guitarras estridentes, baixos funkeados e experimentalismos eletrônicos, compuseram algumas de suas melhores músicas, incluindo “Across the Sea”, “Ghost Song” e “Eu Nasci no Meio de Um Monte de Gente”.

Mas foi ao se mudaram definitivamente para a Itália que a banda encontrou, no bairro de Loreto, o seu pequeno paraíso. Se o disco anterior via a banda lidando com o sentimento de saudade, o novo álbum, “Loreto Paradiso”, encontra os integrantes em paz com a sua vida nômade, abraçando a condição de cidadãos do mundo. Isso fica claro na mistura muito natural de línguas ao longo das faixas. Às vezes, em uma mesma música, a banda canta em inglês, português e italiano, passando de um idioma ao outro sem grandes cerimônias. As letras também refletem essa segurança em não fazer parte de nenhum lugar específico, mas de todos eles ao mesmo tempo. As baterias trazem mais elementos eletrônicos e os baixos carregam uma influência de funk e soul.

Recentemente, a Selton esteve no Brasil para apresentar as músicas de “Loreto Paradiso”. O show no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, mostrou uma banda bem sintonizada. O setlist incluiu grande parte do repertório do novo disco com algumas faixas dos álbuns anteriores. O clima era de festa e descontração. Durante “Junto Separado”, o público foi convidado a se abraçar durante a performance da música, quebrando um pouco a segurança das ilhas pessoais de cada um dos presentes. O R&B divertido de “Don’t Play with Macumba” ganhou a participação dos gaúchos da banda Dingo Bells nos vocais, e a música “Qui Nem Giló (Saudade)” colocou todo mundo em pé a acompanhar nas palmas. As músicas de “Saudade” eram as mais cantadas pela galera, mas as novas canções também tiveram uma ótima receptividade. No bis, a mutante “Eu Quero Mudar” instaurou o clima de bagunça e botou o teatro abaixo, garantindo que todos saíssem dali com um sorriso no rosto.

selton-p2-comdingo_sm

Atualmente, a Selton está de volta à Europa, onde segue a turnê de divulgação do novo disco. Entre Itália e Brasil, a banda parece mesmo ter encontrado o seu lugar. E a sua ilha é do tamanho do mundo.

selton-por-do-sol

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s