Astronauta

astronauta_p2
imagem: Carla Lund

por Marcella Marx

Acordei com o mesmo silêncio com o qual fui dormir. A escuridão da noite, persiste nessa manhã de lua. A gravidade me falta, assim como ao chão faltam meus pés. Meus pensamentos são minha âncora – o que de mais pesado possuo, o que me faz fincar. Sou pequenino corpo, concreta forma, peixe nadando no ar. Que o silêncio conserve as vozes dentro de mim enquanto minha nave cavalga de volta ao meu lar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s