História

História_P2.jpg
imagem: Alessandra Giacomin

por Isabel Dall’Agnol

Uma parte ficou para trás.
E, ainda que eu lute, relute,
aperto e desperto com falta.

Independe de mim.
E, dependendo da melodia,
balança o compasso
e me perco no espaço.

E de que adianta…
Quando nada
de mim
se arranca?

E de que adianta…
Se todo o encanto
agora espanta?

Utopia.
Fantasia.

Invenção.
Inversão…?

Desatei
em ironia.
Sussurrei
em agonia.

Se não passou
de trapaça,
por que ainda
ameaça?

Teu silêncio confirma
o que minha mente
afirma.

Não passas
de armadilha,
amontoada em
uma pilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s