Fé renovada

por Cassiano Rodka

Depois de 17 anos sem gravar material inédito, o Faith No More apresentou este mês duas novas canções que devem fazer parte do novo álbum da banda. Sim, NOVO ÁLBUM!!

No final de maio, os fãs do Faith No More foram surpreendidos por um post no então recém criado Twitter da banda. Uma selfie do vocalista Mike Patton acompanhava uma declaração: “A turnê de reunião foi divertida, mas agora está na hora de pormos a criatividade para funcionar”. Estava decretada a volta oficial do Faith No More.

pattontwitter

Com dois shows marcados para julho, a expectativa era grande. Como se suspeitava, o grupo apresentou duas músicas inéditas… vestidos de padre! A primeira, “Leader of Men” (ou “Superhero”, ambos títulos não oficiais), traz ares orientais no teclado e na guitarra, acompanhados de um baixo de ritmo cavalgante. A canção parece ser uma sequência natural do som do último disco da banda, “Album of the Year” (de 1997), e é um bom exemplo do que pode vir por aí.

A segunda novidade, “Motherfucker”, é ainda mais surpreendente, pois conta com o tecladista Roddy Bottum nos vocais e um instrumental hip hop pra lá de minimalista. Bottum, aliás, parece ter bastante mão nas novas canções, já que ambas são bem calçadas nos seus pianos cinematográficos. A repetição da frase “Get the motherfucker on the phone” durante a música garante que a melodia se instale na sua cabeça logo após a primeira audição. (Tão avisados, hein?)

Além das duas novas canções, voltaram a tocar “Matador”, faixa inédita que apareceu no setlist de três shows da banda em 2011, sem ser ser anunciada ao público como uma novidade. O mistério logo causou alvoroço na internet e o grupo desconversava sempre que se perguntava sobre a música, deixando em dúvida se seria uma novidade, uma velha faixa inédita ou mesmo uma cover. Em retrospecto, fica claro que os músicos já estavam compondo novas faixas e decidiram experimentar uma delas ao vivo para ver a reação dos fãs. “Matador” é uma música grandiosa que remete ao som do álbum “Angel Dust”, com teclados climáticos e um vocal inspiradíssimo de Mike Patton. Enquanto o novo álbum não vem, o negócio é assistir esses vídeos no YouTube. Em loop!

May the dead live!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s