Um poema em cada pé

um-poema-em-cada-pe_p2
imagem: Cassiano Rodka

por Clarice Casado

Ao Vito, que me presenteou com este título.

“He’s a real nowhere man
Sitting in his nowhere land
Making all his nowhere plans for nobody

Doesn’t have a point of view
Knows not where he’s going to
Isn’t he a bit like you and me?”

(“Nowhere Man”, The Beatles)

Olha os passantes,
indo em direção ao nada,
sempre correndo para lugar nenhum.
Carregando consigo seu passado, presente e futuro.
Histórias, memórias e lutas.
Angústias e medos.
Passos firmes, porém não seguros.
Gente que se empurra na multidão.
Gente que não se olha no olho.
Gente que sonha sozinha.
Gente que narra fatos pra si mesma.
Gente que carrega, sim,
um poema em cada pé.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s