Auf wiedersehen

auf wiedersehn_P2.jpg
imagem: Ana Nitzan

por Marcella Marx

“If you treat an individual as he is, he will remain how he is. But if you
treat him as if he were what he ought to be and could be, he will become
what he ought to be and could be.” 

Johann Wolfgang von Goethe

Não me olhes como se eu já não soubesse o que trazes dentro de ti
eu mais do que sei
eu acredito
junto contigo no devir
em tudo aquilo para o qual não há qualquer explicação
agora
eu compartilho de tuas vontades
e de tuas não-vontades
sabendo de tua grande potência latente
eu olho contigo na mesma direção
caminho ao teu lado
mergulho na imensa onda azul se preciso for
eu vou
mas não no seu lugar
porque a sua pegada só tu podes deixar
fundas num chão de lama
passageiras na areia da praia
inexistentes sob a água ou sobre o chão concreto
quebradiças no plano de folhas da floresta
respeito teus erros ainda hoje
deles dependem teus feitos futuros
dessa mesma forma e substância
os meus
e por hora te digo:
até breve

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s