Crônicas de viagem – A aventura continua

cro%cc%82nicas-de-viagem-a-aventura-continua_p2
imagem: Ana Nitzan

por Marcella Marx

Nova Zelândia: ilha norte

Primeira parada, Coromandel. Uma península de praias belíssimas, dentre elas, “Cathedral Cove”, uma caverna esculpida na rocha ligando duas praias. Uma hora e meia “tramping” (palavra neozelandesa para caminhada longa e ecológica) com muitas paradas para contemplar. Na chegada, água congelante, pra lembrar das coisas boas da vida e também pra lembrar que um banho de gelar os ossos deveria ser tomado todos os dias. Também em Coromandel, visitamos a praia “hot water”, onde o mais importante a levar não é uma toalha de praia, mas uma pá. Serve para cavar seu buraco na areia e encontrar água quente. (Cuidado: se você for pão duro e não quiser comprar a pá, vai queimar a mão!)

Mais ao sul, paramos no incrível lago Taupo, o maior da Nova Zelândia, numa região vulcânica, onde a água quentinha das nascentes pode queimar instantaneamente a 70 graus. Geisers, vulcões ativos e lagos esmeralda podem ser facilmente alcançados, basta caminhar por 8 horas, subindo, subindo… Foi o que fizemos: “Tongariro Crossing”, num lindo dia de sol. Quando já tínhamos andado umas boas quatro horas, vimos a cena que explicou tudo, sem nenhuma palavra: um homem cego e seu amigo voltando pela trilha a passos largos.

Continua.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s