20 anos do Troublegum

troublegum

por Cassiano Rodka

Dois acordes pesados. Um breve silêncio. Uma voz grave e sussurrada faz sua confissão: “My girlfriend says that I need help/My boyfriend says I’d be better off dead” (Minha amiga diz que eu preciso de ajuda/Meu amigo diz que eu estaria melhor morto). A primeira faixa do álbum Troublegum não poderia ser mais apropriada para preparar o ouvinte para o que vem pela frente: um disco de paradoxos, ao mesmo tempo sombrio e ensolarado, com músicas pesadas e melodiosas, e uma boa dose de humor negro.

O ano era 1994 e os irlandeses do Therapy? estavam lançando seu quarto álbum de estúdio. A banda já tinha um séquito de fãs, mas mal sabia que sua base aumentaria consideravelmente após ter o clipe de “Screamager” passando na MTV. O primeiro single do Troublegum tornou-se um clássico da banda e é a perfeita combinação dos elementos que fazem o disco ser tão bom: uma batida rápida e ritmada, um refrão grudento com letra dark, e um riff de guitarra altamente assobiável.

Troublegum é daqueles discos que é bom do começo a fim, com músicas tão vigorosas, que mais parece um best of da banda. Além de incluir os excelentes singles “Nowhere”, “Turn”, “Trigger Inside” e “Die Laughing”, o álbum ainda conta com uma bela cover de “Isolation” do Joy Division, que combina perfeitamente com a seleção de músicas sombrias do disco.

As faixas que não foram singles, poderiam muito bem ser, em especial a dissonante “Femtex” e a bela “Lunacy Booth”, que tem direito a um backing vocal heavy metal feminino feito pela cantora Lesley Rankine. As letras falam de inadequação, suicídio, religião, culpa, solidão, tudo sob o ponto de vista peculiar do vocalista e guitarrista Andy Cairns, que alterna seu tom de voz entre crooner do mal e punk rocker. Os ritmos tribais criados pelo baterista Fyfe Ewing se destacam, com muitos rolos e paradinhas – mas nunca em demasia.

Para celebrar os 20 anos do Troublegum, a banda preparou uma edição especial com 3 CDs incluindo o disco remasterizado, lados B de single, remixes, demos e faixas inéditas para ser lançado no dia 31 de março. No final de 2013, o Therapy? também lançou uma caixa com seus 4 principais discos remasterizados, uma pá de músicas inéditas, um vinil com demos e uma… fita cassete (!!) com um show de 1991. Genial!

Quando escuto Troublegum, eu sempre me pergunto como ele não é considerado por todas as revistas de música como um clássico do rock. Mas enfim, o mundo é injusto. Ou, como bem diria Andy Cairns: “The world is fucked… And so am I”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s