Devaneio

devaneio_edit_colored_P2.jpg
imagem: Cassiano Rodka

por Isabel Dall’Agnol

Confesso que já nem sei…
Se foi lá que ela se perdeu,
ou se foi daqui que jamais saíra.

Ainda tento buscá-la
nas fotos que restaram.
Procuro qualquer rastro
que possa me revelar
seu esconderijo.

Sinto que nunca
cruzamos o oceano.
Acredito que não
partilhamos o sonho.
Não me lembro
de escutá-la
gargalhando.
E nem, sequer,
de assisti-la dançar.

Mas recordo-me
de seguir suas pegadas
na noite fria e
de encontrar seu conforto
na cama macia.
Sei que estava me cuidando,
escondida naquela árvore,
carregada de pétalas rosas.

Como eu disse…
Já nem sei…
Se foi lá que ela se perdeu,
ou se foi daqui que jamais saíra.
Só sei que sigo com a alma vazia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s