Meca Festival 2013

meca2013
imagem: Cassiano Rodka

por Cassiano Rodka

Em sua terceira edição, o Meca Festival mostrou mais uma vez que tem muito a ensinar aos festivais de grande porte. Focado em um público interessado em novidades, o evento consegue reunir uma gama de bandas bacanas pouco conhecidas do grande público a preços super acessíveis em pleno litoral sul-rio-grandense.

O local do Meca já é um grande acerto. A Fazenda Pontal é um parque localizado próximo à Xangrilá, sendo perfeito para receber um grande público desde às 17h até a madrugada. Com bastante espaço, passear pelo evento é fácil e, com muitas casinhas oferecendo diferentes opções de diversão, torna-se algo imprescindível.

Sem desfiles de celebridades no palco, o evento fica economicamente viável. Bom para os organizadores, bom para os frequentadores, pois os ingressos têm preço justíssimo, bem como comida, bebida e demais produtos vendidos no festival. Mas o maior atrativo mesmo é a possibilidade de conhecer bandas emergentes de várias partes do mundo em primeiríssima mão.

Já que, nas edições anteriores, o festival contou com um que outro nome underground mais conhecido, o lineup da edição 2013 assustou um pouco, pois possuía exclusivamente artistas novos. Mas a ideia do Meca é justamente apresentar shows inéditos de bandas que talvez você só veja lá, então se você procura artistas renomados… lugar errado, amigo.

Sendo assim, passaram pelo palco as bandas internacionais Dragonette, Friends, Citizens e Flight Facilities, e os grupos brasileiros Holger, Tess, Dis Moi e Database. Os shows foram muito bons e a qualidade do som estava incrível. De todos que assisti, curti bastante o Holgen e o Friends. O Holgen tem um som bem peculiar, dando bastante destaque às percussões, que, aliás, ficam posicionadas no meio do palco. Já o Friends era a banda que eu menos curtia (pelo pouco que conhecia deles) e acabei me surpreendendo com um show animado cheio de boas músicas. Para ver como algumas coisas só se descobrem assistindo o artista ao vivo mesmo.

O Meca é um festival que celebra a sua própria época, valorizando e abrindo espaço para o que há de novo na música.

No meu tempo era melhor. E o meu tempo é agora.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s