Adágio

adagio_ilus.jpg
imagem: Lívia Dall’Agnol

por Isabel Dall’Agnol

No escuro, um homem encostou o ombro na parede e a testa no vidro. Colocou as mãos sobre o estômago, desejando rasgar a pele e desfazer o maldito nó, que ali permanecia. E assim ficou por alguns segundos.

Com muito esforço, abriu a janela. Estava exausto, engasgado e, mais uma vez, sentiu seus olhos lacrimejarem. Então, afogou o pranto num copo de vodka. Pura. Acendeu um cigarro enquanto avistava a lua e as estrelas. A noite estava linda, mas, mesmo assim, não foi o suficiente para fazê-lo sorrir.

Tragou e assoprou, na esperança de que o vento, junto com a fumaça, levasse toda a sua dor. Ainda estagnado, esqueceu-se da janela e deitou-se ao lado do toca-discos, buscando a sua velha amiga.
Ela estava ali. Ela sempre estava ali. Angustiado, prendeu os ouvidos no som suave, que ecoava de sua amiga. Serenamente, ela o convidou para dançar sobre toda a amargura que o atormentava. Ela sempre soube como o confortar, talvez por ser mais experiente.

Silenciosamente, o homem começou a chorar e então, ao perceber que suas mãos involuntariamente se contraíam de dor, urrou, desprendendo de sua garganta todo o sufoco que o agoniava.
Seus olhos apertados derramaram lágrimas flamejantes, que, lentamente, percorreram sua face e pingaram no seu pescoço, transformando todo o gotejar do sofrimento em pontadas de alívio.

Ao fundo, ainda ressoava a melodia harmônica, que carregava consigo toda a sabedoria de uma dor vivida e antiga. A amiga, sempre pesada e terna, atravessou o peito do homem e invadiu o seu coração, pois tamanha era a beleza de sua tristeza. Assim como ele, ela também abrigava um fardo insuportável e insuperável e por isso, como de costume, ambos vagarosamente se desnudaram e compartilharam essa tortura, em meio a bramidos e sintonias, até que finalmente calaram-se, exatamente como um adágio em sol menor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s