Correspondências parte 8

correspondenciasparte8.jpg

por Marcella Marx

Vinícius,
Estou até agora tentando conter o riso. Caro amigo, tente pensar pelo lado bom: ao menos Ana teve o pudor de não andar desnuda pela casa! Só tu mesmo, para fazer-me rir numa segunda-feira nublada e chuvosa como hoje, bem sabes que sou o rei da melancolia em dias assim. Sim, tive que tolerar teu charuto, o que não aconteceu sem um certo penar, por não podermos desfrutar do perfume das orquídeas.
Terminei meu poema, mas gostaria que tu lesses e desses teus palpites sinceros, podes inclusive reescrever, se quiseres. Vamos terminá-lo juntos!
No mais, continuo o mesmo: com grande dificuldade de sair de um ritmo e entrar em outro. Sinto-me perdido e aflito após nossa tranquila viagem, tendo que me adaptar à vida frenética da cidade.
Mas, tenho que conseguir.
Nos encontramos…
João

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s