Mondo Cane en Santiago – 20/09

mondo_patton
imagem: Cassiano Rodka

por Cassiano Rodka

Em um país onde o Faith No More é adorado em nível beatlemaníaco, a vinda de Mike Patton tem o peso da ressurreição de Cristo – ou, melhor ainda, de John Lennon. Os fãs do músico em Santiago não são apenas fãs, eles são fanáticos.

Nesta terça-feira, 20/09, Mike Patton subiu ao palco do Teatro Caupolicán para apresentar o show de seu projeto Mondo Cane, onde o cantor interpreta clássicos da música italiana dos anos 50 e 60 com uma orquestra, um coral e uma banda. Entre os músicos, destacavam-se a presença do baixista Trevor Dunn e do percussionista William Winant, companheiros musicais de Patton em um dos melhores projetos do cantor, o Mr. Bungle, adicionando um sabor ainda mais especial para os fãs presentes.

Mondo_Trevor.jpg
imagem: Cassiano Rodka

O enorme fanatismo chileno teve um efeito singular nas apresentações do Mondo Cane, que são costumeiramente mais calmas. As músicas eram cantadas em coro pelos presentes – lembrem que são canções em italiano! – e berros surgiam aqui e ali, em especial de garotas apaixonadas. Nos momentos mais agitados do show, como em “Urlo Negro” e ” Yeeeeeeh!”, esse efeito adicionava ao clima. Já nas canções mais silenciosas, foi um problema. No início da silenciosa “Scalinatella”, Patton fazia caretas em relação ao barulho e movimentava as mãos para a galera baixar o volume.

Acostumando-se ao clima da noite, era impossível não ficar hipnotizado pela voz de Patton e sua presença carismática. Mais solto que nas primeiras apresentações do Mondo Cane na Europa, o cantor andava pelo palco chegando mais perto do público e se permitindo algumas improvisações melódicas nas canções. A formação mais enxuta deixou o clima mais intimista também – na Europa, Patton tocava com uma orquestra com muito mais músicos.

A conexão entre o artista e o público era perceptível e os sorrisos do cantor e da banda deixavam claro que aquele foi um show único e memorável. O intérprete puxou gritos de “Chi-chi-chi! Le-le-le!” da plateia durante uma das canções e recebeu (meio sem jeito) rosas de uma fã. Na hora de despedir-se, Patton perguntou à plateia: “Nos vemos amanhã?”, referindo-se ao segundo concerto do Mondo Cane, que rola hoje. A resposta foi um sonoro “SÍÍÍ!”. Pois nos vemos hoje à noite, Sr. Patton.

Mondo_Cane.jpg
imagem: Cassiano Rodka

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s