A mão invisível do vento

A mão invisível do vento_P2.jpg
imagem: Cassiano Rodka

por Cassiano Rodka

Com apenas uma pandorga na mão, ela contorna o mundo.
Corre feliz sem olhar para trás, deixa ela subir o mais alto que pode. Faz acrobacias, desafia o brinquedo a permanecer intacto. E ri das piruetas desajeitadas que ele performa em azul, amarelo, vermelho e verde. Não tem graça se não tem troça. Mas quando a pipa prende nas árvores, o sorriso se desmancha. Puxa, puxa e repuxa… e de nada adianta. A menina desanima. Senta no chão e chora. Mas por alguma razão inexata, talvez um mutirão de acasos, quando ela olha para cima, vê a pandorga livre riscando o céu. A menina sorri. E volta a correr, perseguindo a pipa com os seus olhinhos brilhantes. E corre tanto quanto pode, pois sabe que, em algum passante momento, o vento há de bater a seu favor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s