Um dia Clara

umdiaclara
imagem: Cassiano Rodka

por Cassiano Rodka

Um dia Clara acordou diferente. Olhou-se no espelho de frente e deu as costas à velha Clara.

Na cozinha, nada de leite. A nova Clara deleitava-se com uma omelete. Na maleta da velha Clara, um disco riscado repetia: trabalho, trabalho, trabalho. Não era problema para a nova Clara, que discava para o velho trabalho e riscava o trabalho do novo dia. Para o risco de perder o emprego, havia o sossego de ganhar um dia. Era problema da velha Clara, que empenhara o sossego por um disco riscado (que repetia: trabalho, trabalho, trabalho). Provou que seu dia seria à prova de repeteco e velharia. Se tudo era novo, é claro que Clara aproveitaria!

À noite, deitada em seu leito, Clara dormia. Sonhava com Clara acordada olhando-se de frente no espelho:

Que nova Clara ela seria no clarear de um novo dia?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s