Da partida

dapartida

por Clarice Casado

Acordou virada do avesso. A noite lenta pairando sobre si. O sonho e a luta. Que não acabava. Não queria acabar. Como acabar? Sabia menos hoje do que um dia soube. Pensava coisas sem sentido. Só encontrava sentido no partir. Não sabia como seria sua vida sem ela. O antes era vago. O depois, queria que fosse hoje. Hoje, passado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s