Olfato

olfato.jpg

por Clarice Casado

Achava que não conseguiria suportar o cheiro. “Te aguenta, porque é só no início”. Veio no pensamento a voz da irmã, que já tinha passado por isto. Parecia sentir a mão dela tocando o seu braço. Mas não era. Era calafrio mesmo. “Não queres falar dos teus medos”. Cheiro é coisa impiedosa, invade de soco, sem dó. “O que te deixa doido é não saber lidar com isso”. Queria que ela ficasse quieta, mas não dá pra calar pensamento. Ela tinha essa mania chata de ficar falando dentro dele, falando sem parar, falando sem ser consultada, falando. Só porque tinha chegado antes no mundo.

Hoje foi ele quem acabou se adiantando, e agora essa droga de medo. Viu a porta fechada, mas sabia que a sala era aquela. Calor frio no corpo. Nada de cheiro. Suava. Suando que estava, doido pra ir entrando, pra ver se o medo passava rápido. “O pior é controlar o corpo, essa fúria”. Cala a boca. Sombra. Sombreava sempre. Até quando ia continuar sombreando, não sabia.

Nem percebeu que um bando de avental branco passou rindo por ele. O professor apareceu logo em seguida, destrancou a porta, ele logo atrás, vou entrar. O cheiro veio violento, rompendo, penetrando, cheiro. Nessa hora quis não ser tão sensível. Mas era. Deu uma olhada ligeira em tudo, focou as mesas de metal, todas aquelas ex-pessoas ali deitadas. Alguns grupos se ajeitando perto de cada mesa. O professor explicando coisas que ele nem ouvia. Ensurdecido pelo cheiro. “Presta atenção!”. Narinas adentro. Delírio. Delirando.

Só se acalmou quando a mão do cadáver tocou na sua:
– Bom que vieste, amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s